Ônibus X ciclistas – o outro lado da historia

É bem comum conflitos e acidentes envolvendo ciclistas x motoristas de ônibus, e muita queixa por parte dos ciclistas reclamando de fechadas, finas, etc. É um consenso que muitos dos motoristas de ônibus são despreparados e não respeitam os ciclistas, mas é sempre bom ouvir o outro lado da história…

Conversando com um colega da academia que é motorista de ônibus ele me contou de vários episodios, um que ele me contou deu para sentir o que um motorista passa quase que diariamente, principalmente nas canaletas dos expressos.

Na canaleta do expresso da Sete de Setembro próximo ao tubo da Coronel Culcidio, estão ocorrendo obras se adequar a circulação dos Ligeirões que farão a linha Bento Viana – Santa Cândida.

2013-02-05-266

 O problema é que neste trecho os ônibus são obrigados a sair da canaleta e entrar na pista lateral dividindo o espaço com carros e ciclistas. (Nem vou entrar na questão que essa obra se arrasta a meses) E mesmo que voce esteja pista lateral fora da canaleta, poderá ter problemas com os ônibus.

Unibus entrando na canaleta e ciclista logo a frente e outro onibus vindo. Todo cuidado é pouco

ônibus entrando na canaleta e ciclista logo a frente e outro ônibus vindo. Todo cuidado é pouco!

Em uma ocasião, um ciclista que estava na canaleta entrou na pista lateral no trecho em questão e esse meu colega ao passar com o ônibus ao lado do ciclista buzinou alertando que ia entrar a esquerda na canaleta logo a frente, o ciclista respondeu com o “dedo do meio”, ele reduziu a velocidade e esperou o ciclista seguir em frente, o ciclista continuou trancando a passagem e ainda ficou xingando, e ao chegar ao desvio o ônibus entrou a esquerda na caneleta trancando o ciclista. A situação acabou com o ciclista quase sendo atropelado e logo depois perseguindo e parando o ônibus, motorista com a paciência esgotada querendo descer do ônibus, passageiros segurando o motorista e muitos outros passageiros também  querendo descer do ônibus para dar uma lição ao “ciclista”, que merecia uma bela surra.

 Além desse episódio ele me falou de dezenas de outras situações onde teve que frear, buzinar, parar não passar por cima de algum ciclista na canaleta, ouviu muitos xingamentos (isso porque esta muito bem sinalizado que é proibida a circulação por ali, se você anda  de bicicleta na canaleta tem que ter consciência que a preferencia ali é dos ônibus, não tem o que questionar)
Mas quando o problema acontece nas ruas dai é outra historia, os motoristas tem que entender que as bicletas tem todo o direito de estarem ali, e que a circulação de bicicletas é permitida e regulamentada pelo código de trânsito, mas o que vejo diariamente são muitos ciclistas como estes tomando atitudes totalmente irresponsáveis: cruzando sinais fechados, entrando a frente dos carros e ônibus, não respeitando a faixa de pedestres, andando na contra-mão, calçadas, etc.

E também já vi alguns novatos no cicloativismo que as vezes forçam a barra, parecem que querem causar um conflito em nome da sua “causa” , já vi isso acontecer algumas vezes em bicicletadas e afins.

Pedalantes, não é por ai, o bom senso e a boa convivência acima de tudo, só se consegue ser respeitado quando você demostra respeito. Eu não sou daqueles que faz o simbolo da pombinha da paz quando sou desrespeitado, mas tento (o quanto possível) controlar a a agressividade e agir com diplomacia.
 Ao abordar algum motorista aja com extrema educação (se voce estiver errado, tenha humildade e assuma, eu já abordei motoristas para pedir desculpas!) mas se voce esta correto, só de ter uma postura mais controlada já “quebra” as defesas do motorista que já esta esperando uma atitude agressiva. Se tiver uma camera melhor ainda, (é engraçado como qualquer motorista fica “pianinho” quando vê que esta sendo filmado), em qualquer situação já tire o seu celular, filme, grave a conversa (uma camera de capacete é  ideal!) tire fotos da placa do veículo (já vi alguns motoristas bem nervosos e preocupados quando viram que eu estava tirando fotos)  e se necessário procure os seus direitos. Mas também se lembre que dentro de um ônibus tem dezenas (ou mais de duas centenas!) de pessoas que estão sob a responsabilidade do motorista e que ele tem um horário a cumprir, qualquer freada mais brusca se alguma pessoa de idade ou qualquer outra cair dentro do onibus é um problema sem tamanho para o motorista. Não force a barra, se for o caso pare a bicicleta, deixe o onibus, carro  ou caminhão  passar e siga o seu caminho, é a melhor coisa a fazer.

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Ônibus X ciclistas – o outro lado da historia