Só quem não tem dinheiro anda de bicicleta…

pobre de magrela na chuvaPorque quem é “rico” anda de carro ! Sim. O carro é sinônimo de poder. Pelo meio de transporte, podemos fazer a distinção entre as castas. Rico, abastado, aqueles que olham para seus semelhantes com ar de superioridade, se locomovem em veículo próprio, geralmente sozinhos num modal que levaria, confortavelmente, 4 pessoas. Pobre melhorado, vai de moto, motoneta, paga um financiamento que, não passa os 200 reais e está explicitamente, enquadrado numa casta inferior a dos ricos, porém…

Estão acima dos pobres de pai e mãe. Estes, coitados, tem cartão magnético…”DE VALE TRANSPORTE”! Vão de busão mesmo. Que sufoco. É bafo de mortadela com cheiro de sovaco amanhecido e  amigos do alheio fazendo “saudável” e furtiva companhia. É via crucis, estão abaixo do chão que fede com o cocô do cachorro que a madame, olhou para os lados e, como ninguém estava vendo, não juntou.

Agora, como nada tá tão ruim que não possa ser pior neste país. Vem os mais desamparados de todos. Os que andam de bicicleta. E sabe o que pensam os cidadãos dotados de mente mediana ?

– Ahhh coitadinho…Tomando esta baita chuva de bicicleta só pra economizar o vale-transporte !! Que judiação ! Ou então:

– Tá vendo…Não quis estudar, agora taí, pobre, fudido…óh, não tem dinheiro nem pro ônibus !

Chego em casa a noite, num domingo destes que a televisão transforma  em qualquer domingo e, passando da sala para o quarto, não resisto à chamada do âncora da emissora: “a industria do luxo para enfrentar o estresse dos engarrafamentos”. Aí mostram “ricos” que gastam 10 mil reais em sistema de som e dvd para as horas de congestionamento, bancos com massageador, dentre outros avanços e aparatos tecnológicos para que todo mundo continue ordeiramente, queimando a natureza, gastando tempo de suas vidas em dose dupla: no trânsito caótico e, trabalhando mais para pagar o carro mais moderno com os recursos mais avançados. E o que é o mais bacana, os “ricos”, dotados de toda cultura, conhecimentos, intelligenza e  toda gama de elegante e fina predicação; são os que, com seu consumo e padrão de vida, da forma mais alienada e escandalosa, conduzem o planeta, a passos rápidos, para o extermínio próximo.

Que os anjos não digam amém !

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Só quem não tem dinheiro  anda de bicicleta…