Só mesmo pedalando…

A cena, o momento, a imagem que me regozija e me faz melhor o dia. Quando voltando da cidade eu volto pra casa. Desço de braços abertos ali, no final da 7 de Setembro, onde começa a Rep. Argentina. A sensação de liberdade, o vento no rosto, a bicicleta me levando, isto é  mais, é muito mais do que uma simples locomoção (é uma louca-emoção !).

Inenarrável, sinto que faltam palavras no léxico pra representar verbalmente os sentimentos que me passam. Se nem mesmo Shakespeare conseguiu dar conta das emoções, ao falar do amor, quem sou eu pra consegui-lo ao tentar transcrever  minhas odisséias ciclísticas ?

Se com palavras fica muito difícil, mesmo do auge de minha pretensiosa veia literária, quem sabe, uma imagem, na agora sim, irreprochável, ilustração do Valdinei Calvento, possa traduzir muito melhor, aquilo que nem infinitas palavras o fariam. É pura magia, só mesmo entrando em catarse…SÓ MESMO PEDALANDO !

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Só mesmo pedalando…